Dieta Macrobiótica


Dieta Macrobiótica

A dieta macrobiótica está assente no principio de que a alimentação tem que ser o reflexo do equilíbrio energético do universo. A alimentação macrobiótica está intimamente relacionada com a filosofia Zen e com o conceito da filosofia chinesa de que existem na natureza duas forças opostas – yin e yang (a primeiro corresponde à energia feminina e a segundo à energia masculina)- e que a saúde do organismo depende da harmonia entre estas duas forças. Como os alimentos provêm da natureza, eles devem ter esse equilíbrio. Assim sendo, a dieta macrobiótica defende que se deve ingerir alimentos neutros, que não têm a predominância de nenhuma destas forças energéticas, mas sim o equilíbrio entre elas.

Dieta Macrobiótica

Dieta Macrobiótica

5.55

Eficácia…..

6/10

    Facilidade…..

    4/10

      Permições…..

      6/10

        Saúde…..

        6/10

          Vantagens

          • Se for seguida moderadamente é uma dieta muito saudável;
          • Evita cancro e obesidade;
          • Controla a hipertensão e diabetes;

          Desvantagens

          • Restringe alguns alimentos;
          • Desaconselha o consumo exagerado de proteína animal;
          • Levada ao extremo pode causar problemas graves de saúde (é uma dieta saudável desde que não seja leva às últimas consequências);


          Saiba tudo sobre a classificação da dieta

          Dieta Macrobiótica

          A dieta macrobiótica está assente no principio de que a alimentação tem que ser o reflexo do equilíbrio energético do universo. A alimentação macrobiótica está intimamente relacionada com a filosofia Zen e com o conceito da filosofia chinesa de que existem na natureza duas forças opostas – yin e yang (a primeiro corresponde à energia feminina e a segundo à energia masculina)- e que a saúde do organismo depende da harmonia entre estas duas forças. Como os alimentos provêm da natureza, eles devem ter esse equilíbrio. Assim sendo, a dieta macrobiótica defende que se deve ingerir alimentos neutros, que não têm a predominância de nenhuma destas forças energéticas, mas sim o equilíbrio entre elas.

          É bom ressalvar que apesar de muitas pessoas associarem a dieta macrobiótica ao vegetarianismo, essa é uma ideia errada, uma vez que a dieta macrobiótica permite o consumo de carne e peixe e produtos de origem animal, embora aconselhe a sua redução (principalmente da carne) e privilegie a ingestão de alimentos de origem vegetal!

          Procedimento

          dieta macrobioticaA dieta macrobiótica tem este nome porque os seus fundadores e seguidores acreditavam que quem a seguia tinha uma vida longa e saudável: macro = grande; bio = vida.

          Os seguidores da dieta macrobiótica acreditam que os alimentos, por provirem da natureza, contêm as forças energéticas da mesma. Os alimentos são divididos pelos macrobióticos em cinco categorias:

          • Alimentos neutros (ideais pois têm um bom equilíbrio yin e yang);
          • Alimentos yin;
          • Alimentos yin intermédios (cuja energia está entre a dos alimentos yin e a dos alimentos neutros);
          • Alimentos yang;
          • Alimentos yang intermédios (cuja energia está entre a dos alimentos yang e a dos alimentos neutros).

          Alimentos Neutros:

          • Cereais integrais- arroz, aveia, cevada, milho, centeio, trigo,entre outros)
          • Sementes- gergelim, sésamo, abóbora, linhaça, etc)
          • Legumes

          Alimentos yin:

          • Álcool
          • Açúcar
          • Mel
          • Café
          • Chá
          • Ervas aromáticas
          • Especiarias
          • Óleo
          • Azeite
          • Vinagre
          • Gorduras sólidas
          • Sumos de legumes e de frutas frescas

          Alimentos yin intermédios:

          • Fruta fresca
          • Frutos secos
          • Algas
          • Cogumelos
          • Legumes de folha verde
          • Leguminosas (feijões, soja, ervilhas, lentilhas, etc.)
          • Iogurte
          • Kefir

          Alimentos yang:

          • Carnes vermelhas
          • Caça
          • Ovos
          • Queijos curados
          • Sal
          • Miso
          • Tamari

          Alimentos Yang intermédios:

          • Carnes brancas
          • Pescado (peixe, crustáceos, moluscos)
          • Queijo fresco, ricota.
          • Leite
          • Natas

           

          A dieta macrobiótica pressupõe que os seus seguidores evoluam ao longo de sete níveis. Eliminando primeiro os alimentos yin, depois os yang, até ingerirem só os alimentos neutros arroz integral é considerado o alimento ideal. Pessoalmente, eu não aconselho chegar a este extremo da dieta macrobiótica (segundo consta este nível extremo pode acarretar problemas de saúde e até morte). Na minha opinião, quem desejar enveredar pela dieta macrobiótica deve consumir um pouco de todos os alimentos dos 5 grupos dando preferência aos alimentos neutros. Só assim a dieta macrobiótica funcionará de forma saudável e equilibrada. Se for assim a dieta macrobiótica irá prevenir alguns tipos de cancro, evitar obesidade, eliminar a prisão de ventre, diminuir o colesterol mau, prevenir a diabetes e hipertensão.

          É esta uma dieta para perder peso?

          Pode-se emagrecer coma dieta macrobiótica se montarmos um cardápio usando os alimentos permitidos menos calóricos. No entanto é uma dieta que visa a saúde e o equilíbrio e não a perda de peso!

          Cardápio da Dieta Macrobiótica

          1ºDia da dieta macrobiótica

          Pequeno-almoço:

          1 copo de bebida vegetal (soja/arroz/amêndoas/aveia)

          2 torradas com pão de centeio

          1 colher de compota de morangos

          1 colher de sementes de chia

          Lanche:

          1 batido com banana, pera e aveia

          Almoço:

          1 prato com

          1 colher de arroz integral cozido

          1 colher de millet

          1 colher de quinoa

          1 batata doce cozida ou assada

          1 colher de grão de bico cozido

          Lanche:

          1 iogurte de soja

          2 bolachas integrais

          Jantar:

          Sopa de legumes

          Estufado de ervilhas e frango

          1 manga

          Ceia:

          1 kiwi


           

          2ºDia da dieta macrobiótica

          Pequeno-almoço:

          1 sumo natural de laranja e cenoura

          2 torradas com pão de mistura integral

          1 colher de sobremesa de creme vegetal

          1 colher de sementes de sésamo

          Lanche:

          4 colher de figos secos

          3 nozes

          1 chá de ervas

          Almoço:

          1 salada de alface

          1 bife de frango grelhado

          1 crepe de agrião

          2 colheres de arroz integral cozido

          Lanche:

          8 mirtilos

          8 framboesas

          Jantar:

          Creme de abóbora

          1 fatia de seitan grelhado

          1 iogurte de soja

          Ceia:

          1 pera


           

          3ºDia da dieta macrobiótica

          Pequeno-almoço:

          1 copo se sumo natural de banana e laranja

          1 taça com quinoa, frutos secos e 1 pitada de canela

          Lanche:

          ½ mamão

          Almoço:

          1 prato de beterraba ralada com uma laranja em gomos

          3 colheres de arroz integral cozido

          1 bife de vaca fino (100 gramas) com molho tamari

          Lanche:

          1 iogurte de soja

          Jantar:

          Creme de legumes

          1 fatia de pão integral

          Ceia:

          1 maçã

          1 chá de camomila


           

          4ºDia da dieta macrobiótica

          Pequeno-almoço:

          1 batido de maçã, banana e aveia

          Lanche:

          1 torrada integral com pasta de caju

          1 chá verde

          Almoço:

          Salada de grão de bico

          1 ovo cozido

          Soja granulada

          1 prato fundo de creme de espinafres

          Lanche:

          3 damascos

          1 punhado de castanhas do Pará

          Jantar:

          2 fatias de tofu em molho de tomate

          100 gramas de macarrão integral cozido

          Ceia:

          1 kiwi


           

          5ºDia da dieta macrobiótica

          Pequeno-almoço:

          Sumo de acerola

          2 torradas integrais com pasta de amêndoa

          Lanche:

          1 banana

          Almoço:

          Brócolos cozidos

          Arroz selvagem cozido

          1 filete de pescada cozida

          2 courgetes assadas

          1 sopa de abóbora

          Lanche:

          1 laranja

          Jantar:

          1 fatia de pizza com cogumelos, ananás, queijo e sementes de sésamo e de abóbora

          1 salada de alface

          alcachofra cozida

          Ceia:

          1 iogurte de soja


           

          6ºDia da dieta macrobiótica

          Pequeno-almoço:

          1 taça de leite de arroz com aveia

          1 maçã

          Lanche:

          1 banana

          Almoço:

          Salada de agrião

          Arroz integral cozido

          1 croquete de ervilhas

          1 prato de beterraba ralada

          Lanche:

          1 laranja

          Jantar:

          4 colheres de quinoa cozida

          1 fatia grande de tofu em molho de espinafres

          Ceia:

          1 copo de leite de soja


           

          7ºDia da dieta macrobiótica

          Pequeno-almoço:

          1 iogurte de soja

          bagas de goji

          1 taça com morangos e mirtilos

          1 punhado de aveia

          Lanche:

          4 bolachas integrais

          1 chá verde

          Almoço:

          Canelone vegetariano feito com puré de couve-flor

          Salada de rúcula

          Beterraba ralada e alcaparras

          Lanche:

          1 cacho de uvas pequeno

          Jantar:

          1 sopa de miso com pedacinhos de tofu grelhado

          Ceia:

          1 kiwi

          Deixe um comentário

          Leave a comment

          Ou